10º Cinefoot BH - Festival de Cinema de Futebol

Compartilhe
11/Set/2019 a 15/Set/2019
Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

10º Cinefoot BH – Festival de Cinema de Futebol

11 setembro @ 08:00 - 15 setembro @ 17:00

As Sessões Dente de Leite e Mostra Minas terão exibição em looping durante o período do evento.

 

Sessão Dente de Leite – Local: Casa da Ópera.
Filmes: O PRIMEIRO JOÃO / O TORCEDOR / GAÚCHOS CANARINHOS / DOIS PÉS ESQUERDOS / A CULPA É DO NEYMAR / 3 PÉS / ZIMBÚ / CRAQUE.

 

Sessão Especial Mostra Minas – Local: Sala Espetáculo Mineiro.
Filmes: O DECAMPEÃO / OITO DE JULHO – JOGO 61 / ETERNO, UM CAPÍTULO INCONTESTÁVEL / PAIXÕES / O IMORTAL DO GELO / ANDERSON.

 

DataHoraLocalProgramação
11/09
Quarta-feira
10h às 17h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas
12/09
Quinta-feira
10h às 21h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas
13/09
Sexta-feira
10h às 17h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro

Auditório
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas

Sessão Especial Acessibilidade (Deficiente Auditivo e Visual)
14/09
Sábado
10h às 17h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas
15/09
Domingo
10h às 15h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas


OBS: *Sessão Dente de Leite e Mostra Minas terão exibição em tempo integral em looping no Memorial. Sessões também disponibilizadas na Midiateca.

 

SALA CASA DA ÓPERA

  • O primeiro João
    Dir. André Castelão (Ani, 6 min, cor, HD, RJ, 2006) LIVRE
    Garrincha revela a origem do apelido “João” que ele dava a todos os seus marcadores em campo. Ver- dade? Ninguém sabe.

 

  • O Torcedor
    Dir. Chriss Porras Quintanilla (Fic, 7 min, México, 2018) 12 anos
    Inti de 7 anos vive a pior tarde da sua curta vida, como seu ídolo Paolo Guerrero, quando perde a partida que poderia levar a Seleção do Peru para a Copa do Mundo depois de 36 anos, tendo como único aliado a sua mãe-avó Lu, que parece ter uma enfermidade diante das jogadas da Nova Zelândia.

 

  • Gaúchos Canarinhos
    Dir. Rene Goya Filho (Doc, 15 min, cor, HD, RS, 2007) LIVRE
    Um homem que criou um país. O documentário conta a história de um criador e de sua maior criação. Uma criação que deu identidade a uma nação. Estamos falando da camisa amarela da Seleção Brasileira de fute- bol, criada pelo gaúcho Aldyr Schlee.

 

  • Dois pés esquerdos
    Dir. Isabella Salvetti (Fic, 6 min, cor, HD, Itália, 2015) LIVRE
    Nas vizinhaças de Roma, Mirko está jogando futebol com os amigos. Ele encontra Luana, sentada nas pro- ximidades. Aos 12 anos, os jovens se dão bem, mas uma terrível surpresa deixa Mirko sem fôlego. Luana sorri feliz pela primeira vez em sua vida.

 

  • A culpa é do Neymar
    Dir. João Ademir (Fic, 11 min, cor, HD, RJ, 2015) LIVRE
    Túlio, um típico garoto do subúrbio, passa a torcer pelo time do ídolo Neymar. Para seu pai, essa é uma traição imperdoável.

 

  • 3 Pés
    Dir. Giselle Geney (Fic, 14 min, cor, HD, Colômbia, 2018) LIVRE
    O filme 3 pés é a história de Gonzalo, um menino de 10 anos que tem que chegar com os sapatos limpos na sua escola para evitar o pior castigo do mundo: que seu professor tire a sua bola até o final do ano.

 

  • Zimbú
    Dir. Marcos Strassburger Souza (Ani, 3 min, cor, HD, SP, 2011)
    Uma bola de futebol aparece em uma tribo africana, isolada do mundo. Ela chega até os pés de um guerrei- ro africano, que descobre a magia do futebol.

 

  • Craque
    Dir. Julián Candón (Fic, 3 min, Espanha, 2017) 12 anos.
    Em plena adolescência, Javi recebe um duro e intenso treinamento para aprender a jogar futebol. Em algum momento, todos devemos decidir o que queremos ser no futuro. Esse dia chegou para ele.

 

SALA ESPETÁCULO MINEIRO

  • O decampeão
    Dir. Guilherme Penido (Doc, 3min, cor, HD, Brasil, 2012)
    O decacampeão em dez Atos. É o grande dia, o jogo do centenário do América Mineiro, o primeiro decacampeão do mundo. É a reinauguração de sua casa, o Estádio Independência, totalmente reformado e pronto para a grande festa. Cem anos se passaram e sua torcida fanática é retratada nesse documentário.

 

  • Oito de julho – Jogo 61
    Dir. Rivelle Nunes (Doc, 23 min, MG, 2018) 12 anos.
    O que você estava fazendo naquela 3a feira, quando a seleção brasileira entrava em campo para sofrer a maior derrota da sua história? Essa é a pergunta que permeia o documentário “8 de Julho – Jogo 61”, primeiro filme em caráter documental produzido pela Agência i7. A obra conta a visão de sete personagens que, de alguma forma, estavam envolvidos com a partida na qual a seleção alemã goleou a brasileira, por 7 a 1, no Mineirão.

 

  • Eterno, um capítulo incontestável 
    Dir. Gustavo Nolasco e Leo Souza (Doc, 7 min, cor, digital, Brasil, 2017) 12 anos.
    Vinte anos depois de fazer parte de um dia histórico para o Cruzeiro e para o estádio Mineirão, uma família resolve se reencontrar para relembrar toda a emoção vivida no dia 22 de junho de 1997, uma data eterna para o futebol de Minas Gerais. O filme é a primeira produção do coletivo Memória Celeste, um grupo de profissionais do audiovisual e da comunicação criado para contar e registrar histórias protagonizadas pela torcida do Cruzeiro.

 

  • Paixões
    Dir. Larissa Kumpel e Renan Damasceno (Doc, 10 min, cor, digital, Brasil, 2017) 12 anos.
    O futebol é o segredo da longevidade de Dona Zuzu, 82 anos, Salomé Silva, 83, e Ana Cândida, de 97, a Vovó do Galo. Três torcedoras símbolos do América, Cruzeiro e Atlético, respectivamente, pela primeira vez reunidas no principal palco do futebol mineiro, o gramado do Mineirão

 

  • O imortal do gelo
    Dir: Marcelo Reis e Emmerson Maurilio (DOC, 31min, cor, HD, BH) LIVRE
    Sinopse: A partir das memórias do último Campeão do Gelo, Walter José Pereira, o Vavá, o documentário narra os obstáculos e desafios enfrentados pelo Clube Atlético Mineiro na primeira e épica excursão de um clube profissional brasileiro à Europa, no distante ano de 1950.

 

  • Anderson
    Dir. Rodrigo Meireles (Doc, 20 min, cor, digital, Brasil, 2017) 12 anos.
    Anderson é um brasileiro de meia idade que tem paralisia cerebral. Ele foi convidado para fazer um curta metragem e só aceitou se o filme não fosse um drama. Ele conta com o companheirismo de seu irmão e a paixão pelo seu time para tentar atingir esse objetivo.

 

AUDITÓRIO

  • João Saldanha
    Dir. André Iki Siqueira e Beto Macedo (Doc, 97 min, cor, 16:9, RJ, 2010) Livre
    Jogador, técnico, jornalista e polemista, João Saldanha (1917-1990) sempre foi bom de briga. A valentia que exibiu dentro de campo, no curto período em que foi jogador, levou-o a aceitar o posto de técnico do mesmo time, o Botafogo. Apesar de não ter nenhuma experiência, conquistou um campeonato estadual, em 1957. Foi também um dos comentaristas esportivos mais temidos e polêmicos de seu tempo. Militante do Partido Comunista Brasileiro, desde os anos 1940, tornara-se um estranho no ninho da CBF em plena ditadura Médici.

Detalhes

Início:
11 setembro @ 08:00
Final:
15 setembro @ 17:00

Local

Memorial Minas Gerais Vale
Praça da Liberdade, 640, esquina com Rua Gonçalves Dias
Belo Horizonte, Minas Gerais 30140-010 Brasil
Telefone:
(31) 3308-4000
VOLTAR