fbpx
COOKIES
Utilizamos apenas os cookies essenciais para o funcionamento do nosso site. Ao continuar navegando você está ciente desta condição.
OK
10º Cinefoot BH – Festival de Cinema de Futebol
Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

10º Cinefoot BH – Festival de Cinema de Futebol

11/setembro/2019 @ 08:00 - 15/setembro/2019 @ 17:00

As Sessões Dente de Leite e Mostra Minas terão exibição em looping durante o período do evento.

 

Sessão Dente de Leite – Local: Casa da Ópera.
Filmes: O PRIMEIRO JOÃO / O TORCEDOR / GAÚCHOS CANARINHOS / DOIS PÉS ESQUERDOS / A CULPA É DO NEYMAR / 3 PÉS / ZIMBÚ / CRAQUE.

 

Sessão Especial Mostra Minas – Local: Sala Espetáculo Mineiro.
Filmes: O DECAMPEÃO / OITO DE JULHO – JOGO 61 / ETERNO, UM CAPÍTULO INCONTESTÁVEL / PAIXÕES / O IMORTAL DO GELO / ANDERSON.

 

DataHoraLocalProgramação
11/09
Quarta-feira
10h às 17h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas
12/09
Quinta-feira
10h às 21h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas
13/09
Sexta-feira
10h às 17h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro

Auditório
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas

Sessão Especial Acessibilidade (Deficiente Auditivo e Visual)
14/09
Sábado
10h às 17h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas
15/09
Domingo
10h às 15h30Casa da ópera Sala

Espetáculo Mineiro
Sessão Dente de Leite

Sessão Cinefoot Mostra Minas


OBS: *Sessão Dente de Leite e Mostra Minas terão exibição em tempo integral em looping no Memorial. Sessões também disponibilizadas na Midiateca.

 

SALA CASA DA ÓPERA

  • O primeiro João
    Dir. André Castelão (Ani, 6 min, cor, HD, RJ, 2006) LIVRE
    Garrincha revela a origem do apelido “João” que ele dava a todos os seus marcadores em campo. Ver- dade? Ninguém sabe.

 

  • O Torcedor
    Dir. Chriss Porras Quintanilla (Fic, 7 min, México, 2018) 12 anos
    Inti de 7 anos vive a pior tarde da sua curta vida, como seu ídolo Paolo Guerrero, quando perde a partida que poderia levar a Seleção do Peru para a Copa do Mundo depois de 36 anos, tendo como único aliado a sua mãe-avó Lu, que parece ter uma enfermidade diante das jogadas da Nova Zelândia.

 

  • Gaúchos Canarinhos
    Dir. Rene Goya Filho (Doc, 15 min, cor, HD, RS, 2007) LIVRE
    Um homem que criou um país. O documentário conta a história de um criador e de sua maior criação. Uma criação que deu identidade a uma nação. Estamos falando da camisa amarela da Seleção Brasileira de fute- bol, criada pelo gaúcho Aldyr Schlee.

 

  • Dois pés esquerdos
    Dir. Isabella Salvetti (Fic, 6 min, cor, HD, Itália, 2015) LIVRE
    Nas vizinhaças de Roma, Mirko está jogando futebol com os amigos. Ele encontra Luana, sentada nas pro- ximidades. Aos 12 anos, os jovens se dão bem, mas uma terrível surpresa deixa Mirko sem fôlego. Luana sorri feliz pela primeira vez em sua vida.

 

  • A culpa é do Neymar
    Dir. João Ademir (Fic, 11 min, cor, HD, RJ, 2015) LIVRE
    Túlio, um típico garoto do subúrbio, passa a torcer pelo time do ídolo Neymar. Para seu pai, essa é uma traição imperdoável.

 

  • 3 Pés
    Dir. Giselle Geney (Fic, 14 min, cor, HD, Colômbia, 2018) LIVRE
    O filme 3 pés é a história de Gonzalo, um menino de 10 anos que tem que chegar com os sapatos limpos na sua escola para evitar o pior castigo do mundo: que seu professor tire a sua bola até o final do ano.

 

  • Zimbú
    Dir. Marcos Strassburger Souza (Ani, 3 min, cor, HD, SP, 2011)
    Uma bola de futebol aparece em uma tribo africana, isolada do mundo. Ela chega até os pés de um guerrei- ro africano, que descobre a magia do futebol.

 

  • Craque
    Dir. Julián Candón (Fic, 3 min, Espanha, 2017) 12 anos.
    Em plena adolescência, Javi recebe um duro e intenso treinamento para aprender a jogar futebol. Em algum momento, todos devemos decidir o que queremos ser no futuro. Esse dia chegou para ele.

 

SALA ESPETÁCULO MINEIRO

  • O decampeão
    Dir. Guilherme Penido (Doc, 3min, cor, HD, Brasil, 2012)
    O decacampeão em dez Atos. É o grande dia, o jogo do centenário do América Mineiro, o primeiro decacampeão do mundo. É a reinauguração de sua casa, o Estádio Independência, totalmente reformado e pronto para a grande festa. Cem anos se passaram e sua torcida fanática é retratada nesse documentário.

 

  • Oito de julho – Jogo 61
    Dir. Rivelle Nunes (Doc, 23 min, MG, 2018) 12 anos.
    O que você estava fazendo naquela 3a feira, quando a seleção brasileira entrava em campo para sofrer a maior derrota da sua história? Essa é a pergunta que permeia o documentário “8 de Julho – Jogo 61”, primeiro filme em caráter documental produzido pela Agência i7. A obra conta a visão de sete personagens que, de alguma forma, estavam envolvidos com a partida na qual a seleção alemã goleou a brasileira, por 7 a 1, no Mineirão.

 

  • Eterno, um capítulo incontestável 
    Dir. Gustavo Nolasco e Leo Souza (Doc, 7 min, cor, digital, Brasil, 2017) 12 anos.
    Vinte anos depois de fazer parte de um dia histórico para o Cruzeiro e para o estádio Mineirão, uma família resolve se reencontrar para relembrar toda a emoção vivida no dia 22 de junho de 1997, uma data eterna para o futebol de Minas Gerais. O filme é a primeira produção do coletivo Memória Celeste, um grupo de profissionais do audiovisual e da comunicação criado para contar e registrar histórias protagonizadas pela torcida do Cruzeiro.

 

  • Paixões
    Dir. Larissa Kumpel e Renan Damasceno (Doc, 10 min, cor, digital, Brasil, 2017) 12 anos.
    O futebol é o segredo da longevidade de Dona Zuzu, 82 anos, Salomé Silva, 83, e Ana Cândida, de 97, a Vovó do Galo. Três torcedoras símbolos do América, Cruzeiro e Atlético, respectivamente, pela primeira vez reunidas no principal palco do futebol mineiro, o gramado do Mineirão

 

  • O imortal do gelo
    Dir: Marcelo Reis e Emmerson Maurilio (DOC, 31min, cor, HD, BH) LIVRE
    Sinopse: A partir das memórias do último Campeão do Gelo, Walter José Pereira, o Vavá, o documentário narra os obstáculos e desafios enfrentados pelo Clube Atlético Mineiro na primeira e épica excursão de um clube profissional brasileiro à Europa, no distante ano de 1950.

 

  • Anderson
    Dir. Rodrigo Meireles (Doc, 20 min, cor, digital, Brasil, 2017) 12 anos.
    Anderson é um brasileiro de meia idade que tem paralisia cerebral. Ele foi convidado para fazer um curta metragem e só aceitou se o filme não fosse um drama. Ele conta com o companheirismo de seu irmão e a paixão pelo seu time para tentar atingir esse objetivo.

 

AUDITÓRIO

  • João Saldanha
    Dir. André Iki Siqueira e Beto Macedo (Doc, 97 min, cor, 16:9, RJ, 2010) Livre
    Jogador, técnico, jornalista e polemista, João Saldanha (1917-1990) sempre foi bom de briga. A valentia que exibiu dentro de campo, no curto período em que foi jogador, levou-o a aceitar o posto de técnico do mesmo time, o Botafogo. Apesar de não ter nenhuma experiência, conquistou um campeonato estadual, em 1957. Foi também um dos comentaristas esportivos mais temidos e polêmicos de seu tempo. Militante do Partido Comunista Brasileiro, desde os anos 1940, tornara-se um estranho no ninho da CBF em plena ditadura Médici.

Detalhes

Início:
11/setembro/2019 @ 08:00
Final:
15/setembro/2019 @ 17:00

Local

Memorial Minas Gerais Vale
Praça da Liberdade, 640, esquina com Rua Gonçalves Dias
Belo Horizonte, Minas Gerais 30140-010 Brasil
Telefone:
(31) 3308-4000

Praça da Liberdade, 640,
esquina com Rua Gonçalves Dias
Belo Horizonte – Minas Gerais – Brasil
30140-010 – (31) 3308-4000

Entrada gratuita

Horário de funcionamento

Terça, quarta, sexta e sábado: das 10h às 17h30, com permanência até as 18h.
Quinta, das 10h às 21h30, com permanência até as 22h.
Domingo, das 10h às 15h30, com permanência até as 16h.

Agendamento de visitas

Para mais informações ligue (31) 3343-7317